www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Colunistas
Busca 
QUAL O VERDADEIRO ESPÍRITO DA COPA DO MUNDO?
       Por José Valdeci de Souza Martins

Inicio este artigo, perguntando: qual o verdadeiro simbolismo da copa do mundo?
A Copa do Mundo aos poucos vai perdendo seu encanto, e isso certamente levarão a mudanças.

A Copa do Mundo tem aspectos políticos. Enquanto pode transmitir os valores da paz e universalismo, a competição pode ser também, a ocasião de brigas generalizadas e violência em torno das partidas, ou até mesmo desencadear uma guerra entre países. Há várias adversidades para se organizar um Mundial. Mas infelizmente, parece que não estamos nos preparando para uma Copa do Mundo e sim para uma guerra!?
O nosso querido Brasil juvenil comprou 34 tanques de guerras. São tanques Panzer da II Guerra. Imbatíveis em 1941/42. No entanto, tanques usados e recuperados e quem sabe, podem até vir autografados pelo próprio Erwin Johannes Eugen Rommel.
Tanque de Guerra para garantir a segurança da Copa do Mundo. Parece brincadeira, mas é verdade. O que deveria ser corrigido eram as nossas leis penais, principalmente o da Criança e do Adolescente, pois do jeito que esta, nem tanque de guerras darão conta nem tampouco estaremos seguros. Pois a polícia prende e os “menores” estão soltos na mesma hora.

É vergonhoso! O dinheiro investido na Copa do Mundo, neste período poderia ser útil para algum fim social, pacífico, ecológico e na própria segurança publica... Enquanto muito dinheiro é investido em jogos e jogadores milionários, a fome, o terror e a violência continuam... apenas um mês de união... quero que fique claro que não sou contra a copa, mas apenas avessa a sua inutilidade. Devemos parar e pensar nisso.
Enquanto isso o cidadão brasileiro madruga para ganhar um “salário mínimo”. É lamentável, eu ter que fazer um artigo argumentando fatos desta natureza. Onde na verdade, quem vai custear é o povo brasileiro.

Se fato como este, fosse em um país decente, quem autorizou essa compra já estaria na cadeia. Tanque de guerra alemão de segunda mão, que precisa de manutenção, para defesa em solo para evento esportivo? Será que alguma aeronave entraria no nosso espaço aéreo para bombardear algum alvo esportivo? Que justificativa há para a compra desses tanques? Alguém ouviu algo convincente? Seria cômico se não fosse trágico.

A máxima de “que o esporte una os homens da terra” nunca fez tanto sentido, que a união entre o povo brasileiro e o povo dos demais países competidores abrilhantem esse evento demonstrado por nós brasileiros, Seres Humanos de um verdadeiro espírito esportivo.


1Valdeci Martins.
Membro da União Brasileira dos Escritores - UBE/MS
Bacharel em Adm. de Empresas
Policial Militar. Graduado e Pós Graduado em Ciências Política e Planejamento Estratégico pela UCDB/ ADESG, XXI CEPE. E-mail: [email protected]@gmail.com Site: www.valdecimartins.com.br

 
   
"Direito Penal é instrumento de proteção de direitos humanos"
    
   
Carta Capital
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS