www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notas Breves
24/11/2011 - 13:34
Natal: A obrigação de um, não impede a faculdade de outrem

Não mais oportuno que a decisão da Prefeitura de Costa Rica, através de seu gestor maior, o prefeito Jesus Baird, ter a iniciativa de nobre em presentear as crianças do município com a doação de brinquedos, e ao mesmo tempo promover uma grande festa de confraternização dos “pimpolhos”. E isso vai acontecer agora em 2011.

O prefeito Baird, sempre que foi procurado, por qualquer empresa ou instituição, se fez parceiro, colaborando com eventos para crianças, e outros de modalidades distinta, desde que tenha caráter público e coletivo. Um exemplo disso é a distribuição de presentes que a emissora Rádio Globo se fez promover nos últimos dois anos.

Todos sabem que o poder público detém prerrogativas legais para promover eventos que proporcione o bem estar e alegria da comunidade, e dentre isso se encontra as crianças, em especial em época natalina, onde o mundo celebra o nascimento de Cristo, que quando nasceu foi presenteado pelos Reis: Baltazar, Melchior e Gaspar.
As nações cristãs em todo mundo mantém a tradição, e aos finais de cada ano, há distribuição de presentes em famílias e na comunidade – e, nada mais que coerente, que o poder público presenteie as crianças.

Esse ano, o prefeito Baird, e que vale ressaltar, entra para a história natalina de Costa Rica, pois teve a coragem em criar um programa especifico “Natal Feliz”, onde pode destinar até 100 mil reais para adquirir brinquedos a serem doados as crianças de Costa Rica. E, essa atitude, despertou uma reação contrária do ex-prefeito Waldeli, que passou a distribuir uma “carta” pela cidade, transferindo a responsabilidade do Natal das crianças ao prefeito. Pasmem, mais o ex-prefeito pautou pela redundância. É do poder público essa responsabilidade, e, aliás, o prefeito não se furtou disso nos anos anteriores, pois sempre esteve participando de doações de brinquedos em parceira a emissora de rádio e outras instituições.

A Prefeitura vai cumprir suas obrigações, doando brinquedos às crianças, e isso não impedem a emissora de rádio continuar fazendo a sua festa com as crianças, pois furtar a esse compromisso agora deixa a impressão que as promoções nos anos anteriores aconteciam devido à participação da Prefeitura, da APAE, que também fez doação de brinquedos para a festa da emissora de rádio.

Ora bolas, o ex-prefeito é uma pessoa de muitas posses e considerado um homem rico, não deveria ficar aí choramingando a iniciativa nobre do prefeito Baird. Ao invés de ficar distribuindo “cartinhas”, põe a mão no bolso, a cabeça para fermentar criatividade, e faça também a sua festa para a criançada. Pô!, aliás, temos muitas coisas pra fazer, ao ficar aí criando factóides da imaginação.

Por José Edson

Jornalista DRT 038/MS





 
   
A rebelião dos juízes
    
   
O Estado de São Paulo
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS