www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
24/03/2015 - 19:37
A polícia realizou a reconstituição de assassinato, o acusado foi preso várias vezes e colocado na rua pela justiça
Foto: Hora da Notícia
Hora da Notícia
A polícia realizou nesta terça-feira (24) a reconstituição do assassinato de Joaquim Fermino de Oliveira, 51 anos ocorrido no último dia 22 de março no cruzamento das Ruas 10 com 03 no bairro Vale do Amanhecer em Costa Rica/MS, O assassino confesso, Rodrigo Ivo de Oliveira, 26 anos o “Orelha”, foi preso em flagrante, ele participou da reconstituição e deu detalhes de como matou Fermino.
 
O delegado Cleverson Alves dos Santos disse ao Hora da Notícia que a reconstituição é importante para esclarecer duvidas e melhor instruir o inquérito. O delegado adiantou que o acusado será autuado por homicídio qualificado, motivo fútil. Cleverson informou que tem prazo de 30 dias para concluir o inquérito e enviar para o poder judiciário.
 
A reconstituição durou cerca de uma hora, foi comandada pelo delegado, os peritos da  Polícia Civil de Paranaíba, distante cerca de 290 km de Costa Rica realizaram o trabalho de levantamentos de dados.
 
Orelha disse ao Hora da Notícia que a motivação para o crime “foi bebedeira, droga e mulher”. De acordo com ele os dois estavam alcoolizados. O criminoso é acusado de diversos crimes, ele se mostrou “frio e sem arrependimento” disposto a cumprir pena na cadeia, “matei e dai, agora vou puxar uma cana ele era brigão”, disse Rodrigo. Ele é natural da cidade de Camapuã/MS.
 
Ele foi preso diversas vezes, mas a justiça o colocou na rua:
 
Rodrigo é acusado de duas tentativas de homicídio, uma contra a própria mãe, furto, tráfico de entorpecente e ameaças. O delegado Cleverson informou que ele cumpria pena no presídio em Campo Grande e estava na condicional.
 
Segundo o policial no dia 27 de setembro último ele foi preso em flagrante, no dia 18 de novembro ganhou a liberdade depois de a justiça conceder um alvará de soltura. No dia 21 de dezembro foi preso em flagrante novamente, mas ficou poucos dias atrás das grades, no dia 31 de janeiro último foi beneficiado com um novo alvará de soltura. Ele voltou a ser preso novamente em flagrante no dia 22 de fevereiro, mas no dia 13 de março último foi colocado na rua depois que a justiça concedeu alvará de soltura.


É permitida a reprodução do conteúdo desta página desde que seja citada a fonte, Hora da Notícia. Todos os direitos reservados.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Reforma da Previdência:
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS