www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
16/04/2015 - 10:38
GAECO e 1ª Promotoria de Justiça de Camapuã deflagram Operação Tempestade na Prefeitura de Camapuã
Foto: Gaeco
MPE
O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) deflagrou na manhã de quinta-feira (16/04), em apoio à 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Camapuã, a “Operação Tempestade” para o cumprimento de mandado de busca e apreensão de documentos na Prefeitura daquela cidade.
 
O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo Juiz titular da 2ª Vara da Comarca de Camapuã, a pedido do Promotor de Justiça do Patrimônio Público e Social daquela cidade, em razão da ausência de remessa de documentos requisitados pelo Ministério Público.
 
A Promotoria de Justiça do Patrimônio Púbico e Social instaurou inquérito civil para apurar irregularidades na aquisição de materiais de construção e prestação de serviços de empresas provenientes de outros Municípios e até outros Estados, a partir do ano de 2013, pelo Município de Camapuã.
 
Não obstante, somente após a segunda requisição ministerial foi encaminhada cópia de ocorrência policial em que os envolvidos justificavam a impossibilidade de fornecer os documentos públicos, por terem extraviado, sob a alegação de que no dia 10/03/2014, “ocorreu uma chuva forte nesta cidade, ocasião em que acabou danificando uma calha de uma sala localizada ao lado da sala da tesouraria da prefeitura, sala esta usada para digitalização de documentos e levantamento patrimonial; ocorre que em razão do episodio, a água caiu sobre os documentos (processos diversos) existentes em tal sala, danificando parte deles (molhando excessivamente); que o comunicante ainda tentou recuperar tais documentos, levando-os ao sol (fundos da prefeitura), todavia, acabou extraviando parte deles” (Ocorrência Policial nº 0384/2014, registrada em 16/05/2014).
 
Diante disso, por ser relevante para a investigação desenvolvida pela Promotoria de Justiça foi postulada e deferida a busca e apreensão dos documentos, inclusive em sistemas de informática da municipalidade, cumprida na quinta-feira (15/04).
 
Participam da operação 03 (três) Promotores de Justiça e uma equipe de 06 (seis) policiais militares integrantes do GAECO.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Reforma da Previdência:
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS