www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
19/04/2015 - 10:03
Homem espancado por lutador morreu 2h depois de se hospedar em hotel
CGrandenews
Paulo Cézar de Oliveira, 49 anos, que foi espancado pelo lutador de jiu-jitsu Rafael Martinelli Queiroz, 27 anos, morreu duas horas depois de se hospedar no hotel Vale Verde, na Avenida Afonso Pena, no Bairro Amambaí. O crime ocorreu na noite deste sábado (18).
 
Paulo trabalhava na empresa que o trouxe a Campo Grande há cerca de 10 dias, mas a profissão dele ainda não foi confirmada. Pelo celular da vítima, a polícia verificou que, instantes antes de morrer, ele havia conversado com a família por meio do aplicativo Whatsapp.
 
De acordo com pesquisas feitas pela polícia até o momento, não existem indícios de ligação entre os envolvidos.
O delegado Tiago Macedo dos Santos, que atendeu o caso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, disse que a vítima não saiu do quarto desde que deu entrada no hotel.
 
Além disso, não foi encontrado nenhum vestígio de que Paulo conhecesse o lutador ou a namorada do agressor.
 
Paulo era casado e tinha uma filha de 5 anos. Natural de Batatais (SP), estava em Campo Grande a trabalho. Segundo Macedo, ele foi escolhido aleatoriamente. "(Paulo) foi a primeira pessoa encontrada no caminho. Do jeito que Rafael estava, ele poderia matar qualquer um que encontrasse no caminho", afirmou.
 
Neste domingo (19), a vítima completaria 50 anos de idade.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Reforma da Previdência:
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS