www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
09/06/2015 - 11:32
O prefeito prestou contas dos primeiros 60 dias de gestão, apresentou economia de mais de 1.5 milhão e projeto de instalação uma indústria
Foto: H.N
Hora da Notícia
Prefeito Rogério fazendo sua explanação
Prefeito Rogério fazendo sua explanação
O estilo moderno e arrojado de administrar a máquina pública levou o prefeito do Município de Figueirão/MS, Rogério Rosalin, (PR) a promover uma audiência pública no plenário da Câmara de vereadores da cidade na última segunda-feira (08) de junho. O chefe do executivo informou que a reunião serviu para dar transparência no seu governo, “na verdade a intenção e de trazer transparência aos atos do prefeito e transmitir as ações e providências que estou adotando”, afirmou Rogério.
 
A comunidade local compareceu em massa ao plenário e ouviram atentos as explanações onde o prefeito detalhou contratos, arrecadação repasses recebidos e os gastos com a folha de pagamento. De acordo com ele foram analisados todos os contratos que a prefeitura mantinha com fornecedores, segundo o prefeito o Município está economizando o valor de R$ 1.673.000,00 uma vez que contratos foram cancelados.
 
De acordo com ele todos os pagamentos estão sendo reorganizados e planejados. Conforme a explanação há um valor de R$ 7. 745.681,94, empenhado que será pago aos fornecedores nos próximos meses, dinheiro previsto no orçamento do Município. O prefeito informou que o valor total do orçamento do Município para o ano de 2015 e de 16 milhões de reais, porém enfatizou que o valor já está com a metade comprometida, “não concordo que no mês março já esteja comprometido metade do orçamento anual”, disse. Rogério afirmou ainda que precisa manter no caixa da prefeitura em torno de 800 mil reais para que possa arcar com as contrapartidas referente aos convênios que serão firmados com o estado e a união.
 
A folha de pessoal da prefeitura de acordo com o chefe do executivo está comprometida em 38,54% da arrecadação, o que soma um valor de R$ 523.927,28 todos os meses. De acordo com o prefeito a perspectiva era de reduzir esse valor, porém não foi possível. De acordo com o planejamento a próxima meta é aumentar a receita que gira em torno de uma média de R$ 1.440.000 todos os meses, “só assim podemos aumentar o valor da folha de pagamento melhorando para os servidores, mas sem ultrapassar o porcentual previsto em lei”, disse Rogério.
 
A expectativa é aprimorar a receita do Município com a arrecadação dos impostos referentes ao IPTU, ITBI, ISS, assim como o percentual legal do ITR  e IPVA. O prefeito está buscando valorizar o desenvolvimento local aplicando o dinheiro do Município no próprio Município através da aquisição no comércio local de alimentos, “vamos aproveitar o máximo o pequeno produtor local, assim o dinheiro circula no próprio Município”. De acordo com ele o Município vai contar com a assessoria do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).
 
O prefeito afirmou que trabalha para que uma Indústria de laticínios seja instalada no Município. Ainda de acordo com ele esta sendo implantado o SIM (Serviço de Inspeção Municipal). O SIM Controla a qualidade dos produtos de origem animal, como embutidos carnes, queijo, ovos, mel e doces, monitorando e inspecionando a sanidade do rebanho, o local e a higiene da industrialização, certificando com selo de garantia todos estes produtos.


É permitida a reprodução do conteúdo desta página desde que seja citada a fonte, Hora da Notícia. Todos os direitos reservados.
         
         
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Reforma da Previdência:
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS