www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
02/07/2015 - 06:41
Deputados de MS mudam voto e ajudam a aprovar redução da maioridade penal
Foto: Divulgação
Midiamax
Após vetar projeto na terça-feira (30), a Câmara Federal aprovou na sessão de ontem (1º), que invadiu esta madrugada, o projeto que prevê a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos crimes hediondos(estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.
 
O projeto precisava de 308 votos e obteve 323, diante de 155 que votaram contra. Os deputados de Mato Grosso do Sul também foram fundamentais para mudança do placar. Tereza Cristina (PSB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM) recuaram e desta vez votaram com o partido, dizendo sim a redução da maioridade.
 
Carlos Marun (PMDB), Elizeu Dionízio (SD) e Geraldo Resende (PMDB) mantiveram o sim. Dagoberto Nogueira (PDT) foi o único que votou contra. Zeca do PT, que está de licença médica, não compareceu, assim com Vander Loubet (PT), que tinha votado não no primeiro projeto.
 
O novo projeto excluiu a redução da maioridade para roubo qualificado, tortura, tráfico de drogas e lesão corporal grave. Na nova proposta ficou mantida a regra de cumprimento da pena em estabelecimento separado dos destinados aos maiores de 18 anos e dos menores inimputáveis.
 
A União e os estados serão responsáveis pela criação dos estabelecimentos diferenciados. Não consta no novo projeto o dispositivo que impedia o contingenciamento de recursos orçamentários destinados aos programas socioeducativos e de ressocialização do adolescente em conflito com a lei.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Reforma da Previdência:
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS