Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Economia
28/12/2017 - 07:00
Índice que corrige o aluguel termina 2017 com deflação de 0,52%, diz FGV
G1
Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, teve variação positiva de 0,89% em dezembro, após variar 0,52% em novembro. O índice foi divulgado nesta quinta-feira (28) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).
 
Em dezembro de 2016, a variação foi de 0,54%. A variação acumulada em 2017, de janeiro a dezembro, foi de -0,52%. É a primeira deflação anual do IGP-M desde 2009 (-1,72%), ou seja, o índice encerrou o ano com a segunda taxa anual mais baixa de sua história, iniciada em 1989.
 
Em 2016, para igual período, o IGP-M registrou alta de 7,17%.
 
Neste ano, o índice apresentou deflação durante quatro meses seguidos, até julho. A queda começou em abril deste ano, quando atingiu a menor taxa mensal desde 1989, início da série histórica (-1,1%).
 
O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.
 
Atacado e varejo
 
O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede os preços no atacado e que responde por 60% no cálculo do IGP-M, passou de 0,66% em novembro para 1,24% em dezembro.
 
Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), relativo aos preços no varejo, que responde por 30%, saiu de 0,28% em novembro para 0,3% em dezembro.
 
O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que também é usado para calcular o IGP-M, mas com peso menor do que os outros subíndices, passou de 0,28% em novembro para 0,14% em dezembro.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A rebelião dos juízes
    
   
O Estado de São Paulo
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS