www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
09/01/2018 - 08:25
Lama Asfáltica e tráfico lideram apreensão de R$ 337 milhões pela PF
Foto: André Bittar
CGrandenews
SSegundo Mazzotti, 2017 foi ano de grande operações no Estado.
SSegundo Mazzotti, 2017 foi ano de grande operações no Estado.
Maior ofensiva contra a corrupção, as últimas duas fase da Lama Asfáltica respondem por 77% dos R$ 336 milhões em bens e dinheiro bloqueados ou apreendidos pela PF (Polícia Federal) durante o ano de 2017 em Mato Grosso do Sul. De acordo com o superintendente em exercício, delegado Cleo Mazzotti, o valor inclui dinheiro em espécie, veículos apreendidos, imóveis sequestrados e valores em conta corrente.
 
“Foram operações muito grandes. Teve aumento bem significativo, de 100% em relação aos bens apreendidos em 2016”, afirma. Realizadas em maio e novembro, as etapas Máquinas de Lama e Papiros de Lama correspondem a R$ 260 milhões.
 
A Lama Asfáltica investiga desvio de dinheiro na gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB), envolvendo obras, compra de livros e incentivos fiscais.
 
Na sequência, as 44 operações contra o tráfico de drogas resultaram em valores de R$ 27,1 milhões. Do total, 29% foi recolhido na operação “All In”, que mirou um dos produtos mais rentáveis no mercado do crime: a cocaína. A ação foi realizada em 28 de março de 2017 e apreendeu R$ 8,1 milhões.
 
A quadrilha realizava o transporte aéreo de entorpecentes da Bolívia até o interior do Paraná, por meio de uma pista de pouso em Corumbá, a 419 km de Campo Grande. As drogas seguiam, então, de caminhão para Estados do Sul e Sudeste do País, onde eram distribuídas. 
 
Para lavar o dinheiro do tráfico, eram utilizados nomes de terceiros em contas bancárias. O grupo é liderado por Gerson Palermo, que sequestrou um avião em 2000 e comandou a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) em Mato Grosso do Sul. A operação aprendeu 811 quilos de cocaína. 
 
Em seguida, as maiores cifras são de duas operações que apreenderam, cada uma, R$ 5 milhões. A “Subzero” foi deflagrada em 29 de junho, com mandados de prisão em Dourados, Ponta Porã e interior de São Paulo. Foram contabilizadas uma tonelada de maconha e 686 quilos de cocaína. 
 
No mês de novembro, a operação DNA desarticulou uma quadrilha, chefiada por membros de uma mesma família, acusada de comandar um esquema de envio de maconha para quatro Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Os policiais apreenderam 6,6 toneladas de maconha.
 
Labirinto e ouro – Segundo Mazzotti, na área de crime fazendário, a Labirinto de Creta resultou na apreensão/sequestro do valor de R$ 7 milhões. Realizada em julho do ano passado, a operação também se destacou pelo luxo das apreensões: dois Porsches, televisão avaliada em R$ 89 mil e uma adega que vale R$ 700 mil. Dentro de uma Bíblia, foram encontradas dezenas de cédulas de R$ 50.
 
A Labirinto de Creta investigou esquema em que eram abertas empresas para burlar o Fisco. Na área de crimes financeiros, a operação Ouro de Ofir totalizou R$ 2,5 milhões. A ação investiga golpe que teria feito 25 mil vítimas.
 
Balanço – Em 2017, a Polícia Federal fez 115 operações, com apreensão de 111 toneladas de maconha e 15 toneladas de cocaína. A PF tem unidades em Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A rebelião dos juízes
    
   
O Estado de São Paulo
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS