Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Esporte
18/02/2018 - 08:21
Tilico valoriza mudanças após batalha do Comercial em Costa Rica
Foto: Reprodução
Correio do Estado
Mudanças. Elas foram necessárias e surtiram o efeito desejado. Tanto que contrariando prognósticos, o Comercial foi a Costa Rica na noite da última quarta-feira (14) e voltou com uma improvável vitória por 1 a 0 sobre os mandantes, pelo Estadual. Na saída de campo, o técnico Mário Tilico não escondeu: foi ela, a mudança, a principal responsável pelo placar em meio à batalha disputada no Laertão.
 
"Sabíamos que teríamos que mudar toda a situação", disse Tilico. "Conseguimos montar um grupo muito bom e como sabíamos que ia ser difícil, principalmente pelo resultado ruim que tivemos contra o Operário, tínhamos que mudar."
 
Mudar era verbo mais que obrigatório. O Comercial apanhou do maior rival no primeiro Comerário do ano, sequer tinha vencido um jogo até agora no Estadual e estava na lanterna de seu grupo.
 
Vencer o Costa Rica, time do interior com quase quatro vezes mais investimento e que tinha batido o Colorado no turno, em pleno Morenão, foi mais do que satisfatório analisou Tilico. "O grupo merecia essa vitória", disse.
 
Agora, as mudanças voltam à pauta comercialina. Isso porque domingo (18), às 15h (de MS), tem o segundo clássico com o Operário, no Morenão. E novamente o Colorado terá problemas.
 
Quatro jogadores deixaram o Laertão com problemas por conta da forte chuva que caiu e deixou o campo pesado. Baré, Etal e Lenon, segundo Tilico, sentiram o desgaste e não devem virar desfalques.
 
A preocupação é o artilheiro Jô. Contratação pedida do treinador, saiu com uma pancada na cabeça. "Vamos aguardar, nosso grupo é um pouco reduzido, mas a gente espera que esses atletas estejam em condições", disse Tilico. "Qualquer um que entrar vai dar conta do recado." 
 
O treinador voltou a pedir paciência ao torcedor e acredita em um final feliz, apesar do início tumultuado. "Durante a competição apresentaremos erros, a perfeição é difícil. Não tivemos muito tempo de treinamento, ainda estamos conhecendo o grupo", disse.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
   
José Magno Macedo Brasil
O psicólogo José Magno Macedo Brasil completa mais um ano de vida hoje (17) de junho. Magno traz con...
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS