www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
22/02/2018 - 09:38
Prefeito recebe gerentes da Cerradinho que investirá mais R$ 280 milhões na região na produção de etanol de milho.
A região de Chapadão do Sul, em Mato Grosso do Sul, e Chapadão do Céu, em Goiás, receberá mais investimentos, mais empregos e mais receitas com o Projeto Etanol de milho que está sendo implantado pela Cerradinho Bioenergia.
 
Detalhes do Projeto foram apresentados ao Prefeito João Carlos Krug durante reunião no gabinete com Renato Henrique Pretti, Gerente de Planejamento Estratégico e Projetos, e Maurício Heusy, Gerente de Recursos Humanos, na manhã desta quarta-feira.
 
De acordo com o projeto, a empresa investirá mais de R$ 280 milhões na região para produzir etanol, DDG e oléo, sem gerar qualquer tipo de resíduo. Serão produzidos 780 mil m³ de etanol e 850 GWh de energia.
 
Durante as obras de expansão deverão ser gerados 500 empregos e 50 novos postos de trabalho na operação. O investimento trará mais receitas para o país, estado e município, agregação de valor para toda a cadeia produtiva e desenvolvimento econômico.
 
Para o Prefeito João Carlos Krug a expansão da Cerradinho Bioenergia trará benefícios para Chapadão do Céu e para Chapadão do Sul que receberá investimentos na expansão do terminal ferroviário para melhorar a logística de escoamento da produção e a criação de uma empresa de logística.
 
João Carlos também citou os benefícios para produtores rurais do município, destaque na produção de milho, e ainda a ampliação da produção de bovinos e suínos com a maior oferta de DDG. Ele citou ainda o aumento da oferta de empregos em Chapadão do Sul já que aproximadamente 50% da mão de obra da empresa é do município, além de um maior fluxo de movimento no comércio local.
 
Assecom PMCS
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS