www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
22/02/2018 - 09:40
Costa Rica: após repercussão nas redes sociais, vereadores discutem demora no atendimento na Casa Lotérica e no INSS
Foto: Gazeta CR News
A formação de longas filas para a população receber atendimento na Casa Lotérica de Costa Rica-MS e a demora no atendimento oferecido pelo agência local do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram os principais temas debatidos pelos vereadores costarriquenses, durante a 4ª sessão ordinária da Câmara Municipal em 2018, realizada na manhã de sexta-feira (16/02).
 
Tanto no pequeno expediente, como também no expediente das considerações finais, os parlamentares municipais debateram amplamente os dois temas. A discussão foi levada à tona pelos vereadores na sessão plenária, depois que internautas postaram nas redes sociais fotos denunciando uma longa fila de espera que se formou na Casa Lotérica de Costa Rica, na última quinta-feira, assunto que ganhou repercussão nos últimos dias.
 
Conforme mostram algumas fotos publicadas nas redes sociais, a fila atingiu a parte externa da Lotérica e chegou até mesmo à calçada. Consequentemente, as pessoas precisaram aguardar por horas atendimento do lado de fora do estabelecimento, de pé e expostas ao sol. Na internet, muitos internautas cobraram a instalação de uma agência da Caixa Econômica Federal em Costa Rica, como uma forma de absorver a demanda de atendimentos da Casa Lotérica e evitar esse tipo de transtorno e constrangimento.
 
O vereador Jovenaldo Francisco dos Santos, o Juvenal da Farmácia (PSB), lembrou que a classe política de Costa Rica não está inerte em relação aos problemas relacionados ao atendimento oferecido para a população na Casa Lotérica e na agência local do INSS.
 
“A Câmara de Vereadores de Costa Rica não está omissa na questão da instalação da Caixa Econômica, em relação à situação da Lotérica e nem ao INSS. Nós sabemos que a população está sofrendo. E nós estamos tomando as providências, sim! Agora, eu quero esclarecer à população que não depende só de nós, porque não estamos de braços cruzados. Nós vereadores temos feito gestão junto aos órgãos competentes para que se instale a Caixa Econômica aqui no nosso município e para que a agência do INSS em Costa Rica atenda com mais agilidade”, defendeu Juvenal da Farmácia.
 
Para o vereador Antonio Divino Félix Rodrigues, o Tonin Félix (PSB), foram injustos os comentários dos internautas que disseram que falta ação política dos vereadores e do prefeito para implantação de uma agência da Caixa Econômica Federal na cidade. “Não só esta Casa de Leis, mas também o Executivo Municipal têm lutado para trazer a Caixa Econômica para Costa Rica. Nós fizemos todas as tramitações possíveis, indicações, estivemos na superintendência regional da Caixa Econômica (em Campo Grande), pedimos apoio de deputados, senadores em Brasília (DF), cobramos as nossas bases políticas, mas não depende só da gente. Quem de nós gostaria de ver uma fila daquele tamanho lá na porta da Lotérica? Nenhum vereador e nem mesmo o prefeito”, esclareceu Tonin Félix.
 
De acordo com o vereador Averaldo Barbosa da Costa (MDB), existe uma promessa da presidência nacional da Caixa Econômica Federal, que assim que a instituição bancária retomar a expansão em Mato Grosso do Sul, o primeiro município do estado que receberá uma nova agência da Caixa será justamente Costa Rica. “Só para deixar claro para a população, esta Casa está fazendo tudo que está ao alcance do Poder Legislativo Municipal no sentido de vermos esse sonho realizado”, comentou o emedebista.
 
Porém, segundo o edil Lucas Lázaro Gerolomo (PSB), como a entidade bancária é uma empresa pública, entre os fatores que dificultam atualmente a implantação de uma agência da Caixa no município, está o momento financeiro ruim que enfrenta o Brasil, o que obriga a União a adotar medidas de contenção de gastos. “Eu tenho minha consciência tranquila, ao dizer que a classe política de Costa Rica tem trabalhado em cima desse quesito. Agora, o Governo Federal está num caos, cortando orçamento de todos os lados. Então fica difícil a implantação, mas não é omissão desta Casa”, pontuou o parlamentar.
 
Na internet, além dos internautas que cobraram a instalação de uma agência da Caixa Econômica em Costa Rica, outros sugeriram como solução para o impasse a implantação de mais uma Casa Lotérica no município. Contudo, de acordo com Lucas Gerolomo, isso é inviável.  “É preciso tomar conhecimento da situação. Uma Lotérica em Costa Rica é suficiente para atender até 30 mil habitantes. Então, está descartada a implantação de mais uma Lotérica em nosso município”, esclareceu ele.
 
Conforme a análise do vereador Ronivaldo Garcia Cota (PSDB), a repercussão do assunto nas redes sociais é positiva, já que a classe política municipal poderá usar os comentários dos internautas como mais um instrumento para convencer as autoridades competentes a tomarem as providências necessárias.
 
“Acredito que na verdade era o que estava faltando para nós aqui, como representantes da sociedade, ganharmos musculatura, ganharmos força e podermos sensibilizar os responsáveis diretos tanto pelas gestões do INSS, quanto da Casa Lotérica aqui do município”, avaliou o parlamentar tucano.
 
Ao final da sessão de sexta-feira, o presidente da Câmara, José Augusto Maia Vasconcellos, o Dr. Maia (DEM), mandou oficiar o proprietário da Lotérica de Costa Rica, para que o mesmo compareça à Câmara Municipal e preste esclarecimentos aos vereadores, em data que ainda não foi definida, sobre o atendimento oferecido à população pelo estabelecimento.
 
Em relação ao funcionamento da agência do INSS em Costa Rica, o vereador Juvenal da Farmácia lembrou que até março a cidade vai contar com o “Projeto INSS Digital – Uma nova forma de atender”.
 
O projeto dispensa o cidadão de comparecer a uma agência da previdência social para requerer benefícios. Com isso, a população poderá entregar os documentos direto na agência digital – que será implantada na Prefeitura - para dar entrada em um benefício, onde os documentos serão digitalizados e enviados eletronicamente para a Central de Análise do INSS. Além disso, advogados serão cadastrados no programa e poderão dar entrada na documentação diretamente de seus escritórios, sem precisarem comparecer a uma agência do órgão previdenciário.
 
Atualmente, a agência local do INSS sofre com um quadro reduzido e insuficiente de funcionários para atender o público, o que provoca a demora. Contando da data na qual o interessado faz o agendamento por telefone ou pela internet, até quando o cidadão de fato recebe o primeiro atendimento na agência previdenciária do município, leva em média 90 dias, ou seja, três meses. Com o projeto INSS Digital espera-se que a demanda de atendimentos na agência de Costa Rica seja reduzida e que os procedimentos tramitem com mais agilidade.
 
Assessoria: CM  Ademilson Lopes
 
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
   
José Magno Macedo Brasil
O psicólogo José Magno Macedo Brasil completa mais um ano de vida hoje (17) de junho. Magno traz con...
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS