www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
13/03/2018 - 15:35
Médico suspeito de adulterar laudo reclama de desrespeito da imprensa com morte de Dorsa
Foto: Reprodução
Top Mídia News
Investigado por supostamente adulterar o laudo da cirurgia de uma paciente que foi a óbito em 2012, o médico João Jackson Duarte publicou um desabafo nas redes sociais reclamando da retomada da história após a morte de José Carlos Dorsa, pivô da Operação Sangue Frio, na noite de domingo (11).
 
Ele culpa a imprensa e ainda chega a reclamar dos próprios pacientes, que não se cuidam e ficam doentes.
 
Segundo ele, “as palavras escritas da imprensa são pesadas e injustas e sem nem um compromisso com a verdade”, sendo que estão sendo relembradas na pior hora possível. Veja abaixo o relato reproduzido na íntegra:
 
Hoje é um dia muito triste para mim! E li em alguns posts o diálogo sobre a morte de uma paciente amplamente divulgada pela imprensa e ressuscitada em dia mais inadequado possível! Onde o Dr Dorsa conversa com um Médico!
 
Então!!! Este médico do diálogo SOU EU!
 
Nunca postei nada a respeito deste assunto pelo respeito a família e a própria paciente que claro, sempre esperam um reparo por qualquer revés nos tratamentos médicos, principalmente quando advogados ou imprensa inescrupulosas, induzem!
 
Participei SIM deste diálogo! Paciente deu entrada em risco de morte já tinha sido desenganada em vários outros hospitais da cidade, e ninguém teve coragem de indicar qualquer procedimento para tentar salvar a vida daquela senhora! Então o Dr Dorsa que eu conheço há mais de 20 anos, abraçou a causa da paciente e indicou um procedimento que ele trouxe aqui para o estado e salvou a vida de mais de 20 pacientes!!! Estamos até hoje respondendo judicialmente e no CRM sobre o caso, que sempre é revivido pela imprensa, falada e escrita! Pelo que eu sei não fomos condenados, exceto pela imprensa! Já anexamos todas as provas aos autos do processo com descrição de relatório de procedimentos que descreve tudo que foi feito e inclusive descreve a perfuração do ventrículo que é uma complicação inerente ao procedimento de alto risco! Bom vamos aguardar o julgamento em paz e fazendo o nosso melhor pelos pacientes! Com a consciência tranquila de quem fez e faz de tudo para ajudar o paciente a se curar! Porque não é o médico o responsável pela saúde do paciente! O maior responsável é o próprio paciente, que na maioria das vezes faz tudo errado a vida toda e quando fica doente corre para os braços dos médicos para serem salvos, exigindo melhor tratamento, o mais rápido possível e sem falhas, afinal o “ninguém é perfeito” não pertence ao médico! Olha sinceramente eu poderia ficar no anonimato e me esconder , pq as palavras escritas da imprensa são pesadas e injustas e sem nem um compromisso com a verdade, mas no dia de hoje não dá para aguentar calado, inclusive peço desculpas aos amigos pela exposição, não quero polemizar ou causar nenhuma confusão! Mas é que conheço o Dr Dorsa há mais de 20 anos! Vi muitas vezes ele operar por mais de 24 hs seguido, sem comer e se beber água, de pé em frente do paciente e aprendi com ele o que é “nunca desistir” e ele nunca desistia e nunca desistiu! Cansei de ficar acordado madrugadas e madrugadas operando com ele e contando cada gota de urina no pós operatório! Lhe devo muito do meu aprendizado! Profissional invejável!!! Ético! Nunca cobrou um centavo de qualquer paciente! Operava de graça, atendia de graça! Um grande coração!!! Pessoa com problemas pessoais? Sim! E quem não tem??? Então só lhe cabe o descanso dos justos!!!! Seguiremos trabalhando dia após dias para tentar mudar a história natural das doenças que são responsabilidade principal do próprio paciente, do modo de vida que leva, dos vícios que tem, dos rancores que carregam, do oportunismo que afloram em momentos em que são algozes de quem não pode se defender! Tudo isto causa doença! Mas com a graça de Deus a sua misericórdia salvará até mesmo aqueles são algozes das horas sombrias, em que nem mesmo a família do sepultado, para eles não merece a PAZ e o RESPEITO! Amigos desculpem-me o desabafo! Sigamos em frente, respondendo o que devemos responder, nos responsabilizando por aquilo que devemos nos responsabilizar e pagando pelo que devemos pagar!!!! Seguirei como o Dr Dorsa sempre seguiu, trabalhando, atendendo os pacientes nas suas horas de maior fragilidade e dando o meu melhor e tudo o que estudo e estudarei para salvá-los!!! Por que deve ser muito triste ser alguém quem nunca salvou ninguém!!!! E é por isto l, que não são médicos, pois estes nascem médicos, enquanto burocratas, nascem burocratas e se escondem atrás da cadeira de um escritório ou de uma redação para acusar, julgar e condenar as pessoas sem nunca ter sabido a verdade e sem nunca fazer nada para ajudar o seu próximo, falar é mais fácil que fazer!!!! Afinal, para os abutres não interessa a cor da carniça, basta que eles possam comê-la!!! Então vão em frente, podem se deliciar!!! Sirvam-se!!!!
 
Dr Dorsa, orgulho de te conhecer, de conviver e aprender com vc! Muito triste pelo desfecho trágico e precipitado!!! Quem perderão são os inúmeros pacientes !!!!! Mas muito feliz de nossa história e amizade e consideração ter resistido aos solavancos desta caminhada!!! Vai Deus e descansa, agora sim, chegou sua hora de descansar!!!! Grande abraço amigo! Nos encontraremos na morada do pai!!!!!
 
O caso
 
Em uma das ligações telefônicas interceptadas com autorização da Justiça, durante a Operação Sangue Frio, José Carlos Dorsa combina com João para adulterar o laudo de uma cirurgia que terminou na morte da dona de casa Maria Domingues Lopes Dias, 65 anos. Ela sofria de estenose aórtica e os médicos não recomendavam a cirurgia convencional de coração, com a abertura do tórax, então ela seria submetida a implante de uma válvula no coração, feito por meio de cateter, que seria menos invasivo.
 
No entanto, durante o procedimento, Dorsa teria perfurado o ventrículo da paciente e ela veio a falecer. Dezoito dias depois, ele combinou a adulteração do atestado de óbito. Veja o diálogo:
 
Jackson: Como é que vai descrever aquela válvula transcateter que abriu a mulher, lá?
 
Dorsa: Qual mulher?
 
Jackson: Aquela que nós abrimos pra fazer transapical e morreu no meio.
 
Dorsa: Ué, tem que falar que fez transapical, né. Nós não fizemos transapical? Como é que foi?
 
Jackson: Nós fizemos apical e furou o ventrículo. Põe isso?
 
Dorsa: Não lembro agora o que que nós pensamos em fazer. Não, não põe isso! Coloca que foi transapical e que evoluiu com disfunção ventricular e que nós, é... conforme disfunção ventricular colocamos em extracorpórea, porque .... entendeu?
 
Jackson: Mas nós não colocamos em extracorpórea!
 
Dorsa: Eu sei, mas você vai falar por que você abriu o tórax? Não pode falar que furou, né!
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
   
José Magno Macedo Brasil
O psicólogo José Magno Macedo Brasil completa mais um ano de vida hoje (17) de junho. Magno traz con...
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS