Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Economia
24/05/2018 - 15:34
Manifestação de caminhoneiros em Costa Rica fecham rodovias, o combustível acabou nos postos da cidade
Foto: H.N
Hora da Notícia
A greve dos caminhoneiros, que entrou no quarto dia nesta quinta-feira (24) já provoca a falta combustível em Costa Rica/MS. Na manhã desta quinta-feira caminhoneiros realizaram mobilização com buzinaços pela Avenida José Ferreira da Costa no centro da cidade, outros veículos também acompanharam a manifestação.
 
Os cerca de 140 caminhoneiros fecharem a rodovia que dá acesso a Usina de Cana de Açúcar Atvos. O protesto é contra os altos preços dos combustíveis. Os caminheiros bloquearam todas as saídas da rodovia MS-316 que dá acesso a MS- 306, rodovias que ligam aos Estados de Mato Grosso, Goiás e São Paulo.
 
“O Brasil ta esculhambado, sem governo, vamos colocar ordem de novo nesse país, o presidente da Petrobras anunciou uma redução de 10% nos combustíveis, isso não resolve, estamos dando apoio total aos caminhoneiros”, disse ao Hora da Notícia o empresário José Silva que seguia para o Mato Grosso.
 
Motoristas fizeram fila nos três postos de combustível instalados na cidade para abastecer. O valor da gasolina em Costa Rica é de R$ 4,89. O combustível acabou no final da tarde desta quinta-feira.
 
Os manifestantes informaram que apenas veículos de passeio, ambulâncias e caminhões que transportam carga viva estão autorizados a romper o bloqueio na rodovia.
 
“Vamos ficar aqui parado e esperamos o apoio da sociedade, dos fazendeiros, empresários e das transportadoras que tem sede em Costa Rica, só vamos finalizar o protesto após acordo nacional”, disse Márcio Castanho. Um empresário local ofereceu alimentação para os motoristas que estão mobilizados, “estamos iniciando hoje e não temos prazo para encerar”
 
Márcio Castanho disse ainda: “queremos todos os caminhões que atendem a Usina parados”.
 
“Queremos a diminuição dos preços urgente, estamos pagando para trabalhar e só vamos terminar com a paralisação quando o governo tomar uma decisão que favoreça a categoria”, disse ele.
 
Geraldo Perreira de Paula, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Açúcar, Etanol e Bioenergia acompanhanou a manifestação e disse ser uma causa justa.
 
 


É permitida a reprodução do conteúdo desta página desde que seja citada a fonte, Hora da Notícia. Todos os direitos reservados.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
   
José Magno Macedo Brasil
O psicólogo José Magno Macedo Brasil completa mais um ano de vida hoje (17) de junho. Magno traz con...
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS