www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Geral
26/05/2018 - 07:32
Em Costa Rica caminhoneiros continuam parados, acesso a usina que produz etanol está fechado
Foto: Hora da Notícia
Hora da Notícia
Apesar de o governo ter anunciado o fim do movimento dos caminhoneiros, que entrou no 6º dia consecutivo neste sábado (26), nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul o movimentou continua ainda com mais força.
 
Cerca  de 80 caminhoneiros permanecem na rodovia que dá acesso a Usina de Cana de Açúcar Atvos localizada a cerca de  7 KM da cidade de Costa Rica/MS. O protesto é contra os altos preços dos combustíveis. Os caminheiros bloquearam todas as saídas da rodovia MS-316 que dá acesso rodovia estadual MS-306, rodovias que ligam aos Estados de Mato Grosso, Goiás e São Paulo.
 
Os grevistas de Costa Rica, afirmam que não há obstrução de estradas no estado, o que não justifica uma intervenção para quem ta falando que carga de remédio não ta passando, tudo mentira, “carga viva, oxigênio, ambulância e remédios para hospitais o tráfego é livre”.
 
O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (25), em pronunciamento no Palácio do Planalto, que acionou forças federais para desbloquear estradas, ocupadas por caminhoneiros em greve.
 
Para José Mário 40 anos, esse movimento é dos motoristas autônomos, “vamos resistir se nós tirarem vamos para casa e paramos os caminhões, estamos pagando para trabalhar enquanto essa quadrilha que está ai nesse desgoverno assalta o nosso pais”.
 
“Chegou à hora de todos se juntarem aos motoristas contra essa política desastrosa do governo Temer, não tem legitimidade para negociar nada e nem de ser presidente”,  disse o motorista Emilio Paes.
 
O padre deu a benção:
 
Ontem (25) á noite por volta das 22 horas o padre Renato  Ferreira Campos da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora do Município de Alto Araguaia-MT distante cerca de 200 km de Costa Rica trafegava pela rodovia e parou, conversou com os camioneiros e deu uma benção para todos e suas famílias que permanecem acampados. O padre foi categórico ao afirmar: “e justo esse movimento, eu como padre não comungo desse tipo de política desse governo Temer que fez tanto mal a maioria dos brasileiros, a Igreja não comunga”, disse o religioso.
 


É permitida a reprodução do conteúdo desta página desde que seja citada a fonte, Hora da Notícia. Todos os direitos reservados.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A irmandade dos falsos cegos
    
   
Por Benedicto Ismael Camargo Dutra

    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS