www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
26/05/2018 - 17:43
Com escolta do Exército e PM, caminhões saem para abastecer postos
Foto: Danielle Valentim
CGrandenews
Escoltados pelo Exército e policiais militares, caminhões-tanque saem de distribuidoras para abastecer postos de combustíveis em Campo Grande.
 
A reportagem acompanhou a chegada do veículo no posto Kátia Locatelli, na esquina da avenida Mato Grosso com a rua Ceará, o primeiro a ser reabastecido. O caminhão chegou escoltado pelo Exército e a equipe da PM organizou o trânsito. O local registra fila para abastecer.
 
Por meio da assessoria de comunicação, o Exército informa que faz a escolta por meio da Quarta Brigada. Ontem, Justiça concedeu liminar para a imediata desobstrução em rua que dá acesso à Raízen Combustíveis e Petrobras em Campo Grande. A greve dos caminhoneiros começou na segunda-feira (dia 21) e há falta combustíveis na cidade.
 
Na Capital, serão dez caminhões-tanques com dez mil litros. Na ação da Raízen contra a Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros), a empresa alega que desempenha papel relevante em Campo Grande, pois, a partir de sua base local, movimenta diariamente 800 m³ (metros cúbicos) de combustível, incluindo diversas empresas de ônibus, bem como grande parte dos postos que fornecem combustível para o transporte privado da população.
 
Já a Petrobras informou que movimenta 47 milhões de litros mensais de combustíveis, que corresponde à quase metade do mercado de Mato Grosso do Sul.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS