Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
11/06/2018 - 21:19
Reinaldo cobra rigor na investigação de morte de policial e destaca redução de homicídios em MS
Foto: Reprodução
Top Mídia News
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) comentou, nesta segunda-feira (11), sobre a morte do chefe de segurança da Assembleia Legislativa em Mato Grosso do Sul, o policial militar Ilson Martins Figueiredo, de 62 anos. Segundo Reinaldo, apesar de haver redução nos crimes de homicídio doloso, culposo, roubo e furto, crimes bárbaros como o de hoje impactam diretamente na sociedade.
 
Para Reinaldo, as mortes semelhantes a que aconteceu hoje na Capital são resultados de brigas de facções criminosas. "É por isso que eu falo das tropas nas fronteiras. Há enraizamentos do PCC (Primeiro Comando da Capital) e CV (Comando Vermelho). E nós esperamos que essa morte seja elucidada pela Polícia Civil".
 
Reinaldo ainda apontou que as forças de segurança de Mato Grosso do Sul são as que mais obtém sucesso na conclusão das investigações. "A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul é o que mais elucida os crimes no Brasil", finalizou.
 
ALMS
 
O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (MDB), também comentou sobre o caso rapidamente, durante agenda realizada nesta manhã (11). Mochi lamentou a morte do policial. "Fazia um bom trabalho na função dele", finalizou.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Crise levou chefes de família ao desalento’, diz economista
    
   
Lincoln Secco
    
   
    
   
José Magno Macedo Brasil
O psicólogo José Magno Macedo Brasil completa mais um ano de vida hoje (17) de junho. Magno traz con...
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS