Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
18/09/2018 - 07:41
Único foragido da Vostok, Polaco é preso pela Polícia Federal em Brasília
Foto: Reprodução
Midiamax
O único alvo da Operação Vostok que estava foragido se apresentou por volta das 15 horas (horário de MS) ns Superintendência da Polícia Federal em Brasília. José Ricardo Guitti Guimaro, o Polaco, permanecerá detido por cinco dias, prazo da prisão temporária.
 
O Jornal Midiamax apurou que Polaco se apresentou na capital federal e que foi recolhido para carceragem PF. Ainda não há informações se ele poderá ser transferido para Campo Grande.
 
Advogado de Polaco, José Roberto Rosa tratava sobre a apresentação do alvo da Vostok desde o sábado. O defensor não atendeu às ligações da reportagem nesta tarde.
 
Soltos
 
Os 13 presos durante a Operação Vostok, deflagrada em Campo Grande na última quarta-feira (12), foram liberados no início da tarde deste domingo (16),  prazo em que venceu o período de prisão temporária.
 
No dia da operação, 12 mandados foram cumpridos e no sia seguinte o 13º alvo, ex-prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, se apresentou à PF.
 
Rodrigo Souza e Silva – filho de Reinaldo
Ivanildo da Cunha Miranda – pecuarista, empresário e delator
João Roberto Baird – empresário dono de empresa de informática
Jose Ricardo Guitti Guimaro – conhecido como Poloco e corretor de gado
Antonio Celso Cortez – empresário dono de empresa de informática
Elvio Rodrigues – pecuarista
Francisco Carlos Freire de Oliveira – nome apontado como emissor de notas frias
José Roberto Teixeira – deputado Zé Teixeira
Marcio Campos Monteiro – ex-deputado e conselheiro do Tribunal de Contas
Miltro Rodrigues Pereira – pecuarista
Nelson Cintra Ribeiro – ex-presidente da Fundação de Turismo do Estado
Osvane Aparecido Ramos – ex-prefeito de Dois Irmãos e ex-deputado estadual
Rubens Massahiro Matsuda – empresário
Zelito Alves Ribeiro – pecuarista e ex-coordenador regional da Casa Civil
 
Operação
 
De acordo com a PF, a Operação Vostok tem o objetivo de combater um esquema de pagamento de propina a representantes da cúpula do Poder Executivo Estadual.
 
A Polícia divulgou que aproximadamente 220 policiais federais cumpriram 41 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária, em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna e em Trairão, no Pará.
 
Além destes, também foram cumpridos outros três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Mato Grosso do Sul, pedidos pelo MP-MS (Ministério Público Estadual), de ações, que segundo a PF, têm o mesmo objeto ligado aos fatos investigados em âmbito federal.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A irmandade dos falsos cegos
    
   
Por Benedicto Ismael Camargo Dutra

    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS