www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Geral
08/10/2018 - 07:48
Candidatos do PT e PDT disputam o segundo turno pelo governo potiguar
CGrandenews
átima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT) disputarão o segundo turno nas eleições deste ano para o governo do Rio Grande do Norte. Com 100% das urnas apuradas, a petista teve 46,17% dos votos (748.150 votos), enquanto o pedetista somou 525.933 votos (32,45% do total). A eleição envolveu seis outros candidatos ao Executivo.
 
O atual governador Robinson Faria (PSD) ficou em terceiro lugar, com 11,85% dos votos (pouco mais de 192 mil). Brenno Queiroga (SD) chegou a 6,56%; Professor Carlos Alberto (Psol), 1,93%; Freitas Jr (Rede), 0,56%; Heró Bezerra (PRTB), 0,27%; e Dário Barbosa (PSTU), 0,21%. Os votos brancos somaram 4,38%, e os nulos 12,21%. A eleição registrou, ainda, abstenção de 17,12%.
 
Fátima, que hoje é senadora na metade do primeiro mandato, vinha liderando a disputa em todas as pesquisas realizadas. Professora e sindicalista, está na política desde 1994, quando foi eleita deputada estadual –exercendo dois mandatos na Assembleia potiguar antes de três outros na Câmara dos Deputados.
 
O discurso da candidata do PT foi muito balizado na segurança pública, que causou problemas à população do Estado recentemente –prometendo concursos para aumentar os quadros das polícias e investimentos em inteligência e capacitação.
 
Já Carlos Eduardo foi prefeito de Natal por quatro vezes, deixando o cargo em abril para disputar o governo. Ele entrou na vida pública em 1986, como deputado estadual, exercendo quatro mandatos.
 
A plataforma do pedetista foca mudanças na máquina pública, incluindo o pagamento em dia do funcionalismo, a partir de planos de combate à sonegação e aumento de receitas sem reajustes de impostos.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A irmandade dos falsos cegos
    
   
Por Benedicto Ismael Camargo Dutra

    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS