Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
09/10/2018 - 06:32
Nem Odilon, nem Reinaldo interessam MDB, avalia Simone Tebet
Foto: Reprodução
Midiamax
A senadora Simone Tebet (MDB), que participou de reunião do partido, na tarde desta segunda-feira (8), para definição do apoio da sigla no segundo turno em Mato Grosso do Sul afirma que Reinaldo Azambuja (PSDB) ou Odilon de Oliveira (PDT) não interessam ao partido. A senadora, no entanto, afirma que a decisão será tomada e que ela seguirá a determinação da executiva do MDB.
 
Simone saiu da reunião antes do fim do encontro, que conta com deputados do MDB, além de Junior Mochi, Tânia Garib e Waldemir Molka.
 
Em uma análise pessoal, a senadora diz que o MDB deveria ter uma posição neutra nesta segunda etapa da corrida eleitoral para “renascer das cinzas”.
 
“No meu ponto de vista nenhum dos dois candidatos representa o projeto do MDB, e nem representa o melhor para MS, mas tenho um mandato e vou seguir a orientação do meu partido. Acho que nenhum do dois nesse momento nos interessa”, disparou Tebet.
 
A senadora também afirmou que o partido, na análise dela, deveria ficar fora do embate no segundo turno porque não fazia parte de nenhum dos dois projetos no primeiro turno por ter encabeçado uma chapa na disputa.
 
“Acho que o MDB tem que renascer das cinzas e começar neutro um novo projeto, remodelado, e para isso temos que ficar fora dos dois projetos, não estávamos nele no primeiro turno, significa que não acreditamos, mas sempre tem o menos pior, é verdade, mas esse menos pior nos atingiu igualmente, atingiu o partido”, completou Simone.
 
A senadora acredita que a decisão sobre o apoio do MDB só deve ser definida no fim desta semana.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A irmandade dos falsos cegos
    
   
Por Benedicto Ismael Camargo Dutra

    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS