Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
07/11/2018 - 10:14
Bope e Garras integram força-tarefa contra ladrões de bancos em Chapadão do Sul
Foto: Reprodução
Correio do Estado
O Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) e a Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), de Campo Grande, integram força-tarefa que investiga o assalto a agências bancárias e duas lojas ocorrido na madrugada desta quarta-feira, na cidade de Chapadão do Sul. 
 
Os criminosos arrombaram cofre, caixa eletrônico e promoveram terror atirando com fuzis de grosso calibre, impedindo até que policiais saíssem para confronto. Segundo o capitão Renato José de Souza, sub-comandante da 4ª Companhia Independente de Chapadão do Sul, todas as unidades policiais da região foram acionadas.
 
"Todos os policiais foram mobilizados e vamos ter apoio também do Garras, do Bope e da Força Tática de Paranaíba", explicou Renato. As viaturas se deslocam por rotas alternativas na tentativa de se deparar com os criminosos. De acordo com o major Wilmar Fernandes, comandante do Bope, cinco de suas equipes especializadas farão buscas em locais de difícil acesso, como matas e estradas vicinais. "Não podemos dar mais detalhes para não comprometer as investigações".
 
Esta modalidade de roubo, conhecida como novo cangaço, é caracterizada pelo meio violento e intimidador dos bandidos que optam por atacar cidades do interior, onde o policiamento é reduzido. Neste plantão, por exemplo, Chapadão do Sul tinha apenas três policiais militares para trabalho ostensivo e dois policiais civis. No entanto, eles sequer tiveram chance de agir.
 
Conforme apurado, eram pelo menos dez ladrões em cinco veículos, dentre os quais duas caminhonetes Hilux, uma S-10 e dois carros. Armados com fuzis, disparam várias vezes em diversos pontos da cidade, inclusive perto do batalhão da PM e da casa do comandante, para intimidar os policiais que não puderam reagir. O bando teria até mesmo danificado a fechadura da porta de entrada da delegacia, para impedir a saída.
 
O ROUBO
 
A agência do Banco do Brasil localizada na Avenida 11, teve o cofre principal destruído e o dano das explosões chegou a comprometer o prédio. Já na unidade da Caixa Econômica, que fica a 250 metros de distância, na Avenida Seis, todos os caixas eletrônicos foram arrombados. Duas lojas, uma ótica e uma venda de roupas masculinas, também foram saqueadas. Por atribuição, a Polícia Federal vai investigar o roubo à Caixa Econômica e a Polícia Civil fica responsável pelo inquérito que envolve o Banco do Brasil.
 
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A rebelião dos juízes
    
   
Opera Mundi Uol

    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS