www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
24/11/2018 - 13:56
Geraldo Rezende poderá assumir a vaga de deputado e em seguida licencia-se do cargo para assumir como secretário de Reinaldo
Foto: Reprodução/Fecebbok
Hora da Notícia
O deputado federal Geraldo Rezende (PSDB) informou durante a solenidade de inaugurações no último dia 23 em Costa Rica/MS que deve continuar como deputado federal na próxima legislatura que inicia no ano de 2019 uma vez que é o suplente da deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias. Tereza vai assumir o Ministério da Agriculta no governo de Jair Bolsonaro (PSL).
 
O deputado é médico concursado no HU (Hospital Universitário) de Dourados/MS. Ele teve 61.675 votos, foi o quinto mais votado, mas em razão do quociente eleitoral não atingiu votos que o elegesse. O parlamentar assumindo o mandato consolida o seu quinto mandato na Câmara dos Deputados.
 
O deputado em sua fala disse, que confiava na sua reeleição, “tínhamos pesquisas que nos davam a garantia, estou aqui para prestar contas no meu mandato de deputado federal e agradecer os votos que tive em Costa Rica, disse o parlamentar.
 
Rezende é cotado para assumir a secretaria de saúde do Estado de Mato Grosso do Sul. Ele disse ao Hora da Notícia que esta aguardando a estruturação da equipe do governador Reinaldo Azambuja,(PSDB) para decidir se fica em Brasília ou toma posse como secretário, e se licencia do cargo de deputado, vou mensurar onde posso servir melhor Mato Grosso do Sul se aqui no estado ou lá em Brasília, ele também disse que não tem pretensão de disputar a prefeitura de Dourados ”afirmou 
 
Ele o segundo suplente é o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, (PP) que, aguardando julgamento de recursos contra decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que o considerou inelegível uma vez que teve o mandato de prefeito cassado pelos vereadores. No impedimento de Bernal deve assumir a vaga a terceira suplente, Beatriz Cavassa, (PSDB).


É permitida a reprodução do conteúdo desta página desde que seja citada a fonte, Hora da Notícia. Todos os direitos reservados.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A rebelião dos juízes
    
   
Por Gerson Camarotti
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS