www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
10/03/2019 - 20:13
Campanha contra o Aedes aegypti ensina população de Chapadão do Sul a acabar com criadouros do transmissor
Dez minutos é muito tempo para você? Pois saiba que isto é o necessário para, uma vez por semana, proteger você, sua família e toda a comunidade das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, zika e chikungunya.
 
Uma semana é o tempo médio do chamado ciclo de vida do mosquito. Ou seja, o período que ele precisa para passar da fase de ovo para mosquito adulto.
 
Já os dez minutos é o necessário para fazer uma checagem semanalmente na sua casa, nos locais onde normalmente as fêmeas postam os ovos. Evitando que novos mosquitos cheguem à fase adulta, também freamos a transmissão de doenças.
 
Este é o recado da campanha “10 Minutos contra o Aedes aegypti”, lançada pela Prefeitura Municipal de Chapadão do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Se todo mundo fizer sua parte, dedicando apenas dez minutinhos semanalmente, todos vencem a luta contra a dengue, zika e chikungunya.
 
A vistoria de 10 minutos deve ser feita especialmente em locais onde o mosquito costuma postar seus ovos. O Aedes aegypti usa ambientes com água parada para procriar, então a regra número 1 é não deixar que isso aconteça.
 
Veja algumas dicas importantes para a eliminação dos criadouros:
 
– caixas d’água devem estar totalmente vedadas, evitando a entrada e saída de mosquitos;
– calhas devem ser limpas, sem folhas e sujeira;
– galões, tonéis, poços, latões e tambores devem sempre estar totalmente vedados;
– qualquer objeto que acumule água deve ser eliminado: pneus velhos devem ser guardados em locais cobertos, enquanto garrafas vazias precisam ser empilhadas com a boca sempre para baixo;
– limpe ralos e coloque telas de proteção;
– até bandejas da geladeira podem virar criadouros, então elas devem estar limpas e secas;
– jamais coloque água nos pratinhos de vasos de planta; preencha com areia e lave semanalmente estes recipientes;
– vire baldes e vasilhames da área de serviço de boca para baixo;
– se você usa lonas para cobrir objetos ou entulho, garanta que elas estejam bem esticadas, evitando a formação de poças;
– piscinas e fontes devem estar sempre limpas e tratadas com os produtos específicos para isto.
 
Ficar livre dos malefícios causados pela dengue, zika e chikungunya é fácil, mas depende do esforço de todos. Se cada um fizer a vistoria semanal e acabar com os criadouros do Aedes aegypti, toda a população de Chapadão do Sul ganha em saúde e bem-estar.
Assecom/PMCS
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



   
O regime de capitalização
    
   
Daud
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS