www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Polícia
10/12/2019 - 09:58
Bolsonaro chama Greta Thunberg de pirralha por criticar morte de índios
Foto: Reprodução
Carta Capital
O presidente Jair Bolsonaro criticou a ativista sueca Greta Thunberg que tem se posicionado em defesa dos líderes indígenas após o assassinato de dois guajajaras no Maranhão no sábado 7. A jovem disse que as populações indígenas têm sido mortas no Brasil por proteger a floresta amazônica.
 
Nesta terça-feira 10, na entrada do Palácio do Alvorada, Bolsonaro chamou a jovem de pirralha e questionou o espaço dado à ativista pela imprensa. “Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia.É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha”, declarou.
 
O presidente ainda falou da intenção do governo de cumprir a lei e reduzir o desmatamento ilegal no país. Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o Brasil bateu o recorde do desmatamento na Amazônia desta década. “Preocupa, qualquer morte preocupa. Nós queremos cumprir a lei, somos contra o desmatamento ilegal, somos contra a queimada ilegal. Tudo que for contra a lei nós somos contra”, disse.
 
Na segunda-feira 9, o ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciou portaria que autorizou o envio da Força Nacional para a segurança de índios no Maranhão. A Terra Indígena Arariboia, com 413 mil hectares e 12 mil índios, e que vive um clima de tensão desde que o líder Paulo Paulino Guajajara foi morto, foi deixada de fora.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 


   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Suzana Garcia, advogada/Notícia ao Minuto
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS