www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
12/02/2020 - 08:29
Congresso prorroga por mais 60 dias a MP do contrato de trabalho "Verde e Amarelo"
G1
O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), assinou a prorrogação por mais 60 dias da medida provisória do contrato de trabalho "Verde e Amarelo". O ato foi publicado na edição desta quarta-feira (12) do "Diário Oficial da União".
 
A medida foi editada pelo governo no dia 12 de novembro. Medidas provisórias têm validade inicial de 60 dias, mas podem ser prorrogadas por mais 60. O texto passa a ter valor de lei a partir do momento em que é enviado pelo Palácio do Planalto ao Congresso, mas perde a efetividade se não for aprovado pelo menos em 120 dias pelos parlamentares.
 
O sistema "Verde e Amarelo", segundo o governo, é uma forma de estimular as contratações de jovens de 18 a 29 anos que nunca tiveram emprego formal. O governo prevê reduzir entre 30% e 34% o custo da mão de obra dos contratados nesse sistema.
 
Para os contratados nessa modalidade:
 
a contribuição para o FGTS cai de 8% a 2%
valor da multa do FGTS em caso de demissão poderá ser reduzido a 20% sobre o saldo, em comum acordo entre empregador e trabalhador
pagamentos de férias e 13º salário poderão ser adiantados mensalmente, de forma proporcional
empregadores não precisarão pagar a contribuição patronal ao INSS (de 20% sobre a folha)
não serão devidas alíquotas do Sistema S
não haverá recolhimento do Salário Educação
Limites para a contratação:
 
poderão ser contratados jovens de 18 a 29 anos, que nunca tiveram emprego formal
contratações não poderão ser feitas em regime intermitente, avulso, menor aprendiz ou contrato de experiência
prazo de contratação na modalidade será restrito a dois anos
empresas poderão contratar nesse modelo até 31 de dezembro de 2022
empregados deverão receber até 1,5 salário mínimo
empregados pelo modelo serão limitados a 20% do total de funcionários das empresas
empresas não poderão substituir trabalhadores; apenas novos contratados podem ser admitidos através do programa Verde Amarelo
esse limite de 20% vai usar como base a média de trabalhadores das empresas entre janeiro e outubro de 2019
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 


   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Ramiro Piergentile Neto
Direito de Opinar
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS