www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Geral
14/02/2020 - 08:23
Consórcio terá que criar estrutura para Agepan e polícia na MS-306
Foto: Reprodução
O consórcio que venceu a licitação para administrar a rodovia MS-306 terão que instalar espaço e estrutura na via para a Polícia Militar Rodoviária e Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos), sendo a última a responsável por fiscalizar as atividades da empresa. Estas ações estão previstas no contrato de concessão.
 
A empresa se reuniu com as instituições para tratar dos projetos de construção das instalações, que devem ficar próximos da base que será montada pelo consórcio na rodovia, que é responsável pelo atendimento ao usuário.
 
Segundo a assessoria da Agepan, esta estrutura precisar ficar em um local acessível, com espaço adequado e equipado, para que fiscais de regulação possam fazer o seu trabalho. Ainda não foi definido o número de funcionários da Agência que vão trabalhar neste local, com a tarefa específica de fiscalizar os trabalhos da empresa vencedora.
 
Nesta reunião entre o Consórcio Way e a Agepan, representantes da empresa destacou que está interessada em avançar já com as ações exigidas em contrato (concessão), inclusive requisitando em detalhes as características técnicas necessárias para estrutura da fiscalização. O local deve ter equipamentos, materiais, tecnologia e veículos à disposição.
 
Tanto a Polícia Rodoviária Estadual, quanto a Agepan terão sistemas interligados ao Centro de Controle Operacional da empresa. O diretor-presidente da Agência, Youssef Domingos, diz que a instituição já está fazendo as formulações necessárias para fiscalizar a concessão, com preparação de equipe de regulação e assessoria.
 
Representantes da concessionária disseram que até o início de março deverão encaminhar uma série de projetos para aprovação e aval da agência reguladora. “Estamos muito felizes de termos saído vencedores aqui. Consideramos que essa concessão tem o tamanho ideal, que permite a participação do capital brasileiro”, disse o presidente do grupo, Paulo Nunes Lopes.
 
A empresa divulgou ata da constituição de uma sociedade anônima de capital fechado, para atuação e administração da rodovia. A sua sede administrativa será na cidade de Chapadão do Sul, que fica a 321 km de Campo Grande.
 
Leonardo Rocha/Campo Grande News
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 


   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Ramiro Piergentile Neto
Direito de Opinar
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS