www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
06/01/2021 - 14:22
Governo de Mato Grosso do Sul prorroga Toque de Recolher até o próximo dia 9 de janeiro
Foto: Reprodução
O Toque de Recolher em Mato Grosso do Sul foi prorrogado por mais 15 dias. O horário de restrição permanece o mesmo, das 22h às 05h.
 
A decisão foi publicada nesta segunda-feira (28), em edição extra do Diário Oficial do Estado.
 
Últimas Notícias
Estendido até o próximo dia 9 de janeiro, o Toque é válido para os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.
 
A partir do horário estabelecido, é permitida a circulação de pessoas apenas para os serviços essenciais e emergências médicas.
 
O governador Reinaldo Azambuja disse que a decisão é um reflexo dos números de casos e de óbitos da Covid-19 no estado, que continuam em alta, e reforçou que a comemoração de Ano Novo deve ser consciente.
 
"O momento exige medidas mais restritas, estamos operando no limite da capacidade do Sistema Único de Saúde. O foco é evitar mais mortes. “, disse o governador Reinaldo Azambuja, sobre a decisão ser um reflexo dos números de casos e de óbitos da Covid-19 no estado, que continuam em alta.
 
Usando a comemoração de Ano Novo como gancho, Azambuja continuou, reforçando a necessidade de a população estar consciente.
 
"Assim como o Natal, o Ano Novo é uma data muito esperada, mas faço um apelo para que comemoremos em casa, com nossos familiares, em um número restrito de pessoas e com todos os cuidados necessários.", pediu.
 
As fiscalizações continuarão acontecendo numa parceria entre a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Vigilância Sanitária Estadual e Municipais e Guardas Municipais.
 
O secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, lembrou que o Toque de Recolher deve ser levado a sério, inclusive porque é passível de penalidades.
 
"Quem insistir (em quebrar o toque de recolher) será autuado e encaminhado à delegacia por crime de desobediência. Inclusive, a Polícia Civil já está com reforço para receber esses casos”, avisou Videira.
 
Por: Brenda Machado / Correio do Estado 
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A primeiro de janeiro de 2021 tomam posse prefeitos e vereadores
    
   
Cientistas descobrem caminho para tratar a depress
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS