www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Economia
10/01/2021 - 08:12
Possibilidade de perder o emprego preocupa 41% dos brasileiros
Foto: Reprodução
Poder 360
Pesquisa do PoderData mostra que 41% dos brasileiros têm medo de perder o emprego ao longo deste ano. A taxa indica empate, dentro da margem de erro, com o grupo dos que não estão preocupados com essa possibilidade (38%).
 
Outros 21% não sabem ou não responderam.
 
Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que 14,2% dos brasileiros estavam desempregados até novembro (último dado disponível). É o maior patamar desde o início da pandemia no Brasil. São 14 milhões de pessoas na fila do emprego, alta de 38,6% em relação a maio, início de série histórica da Pnad Covid.
A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.
 
Os dados foram coletados de 4 a 6 de janeiro de 2021, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 518 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.
 
Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.
 
ESTRATIFICAÇÃO
A população mais jovem é a que tem mais medo de ficar desempregada em 2021. A taxa de preocupação dispara a 59% entre os trabalhadores de 16 a 24 anos. O temor de perder o emprego entre os mais jovens vai de encontro com os números do IBGE, que mostram que essa parcela da população foi a mais prejudicada pela alta do desemprego no país.
 
O recorte do instituto é de 14 a 29 anos. Nessa faixa etária, a desocupação salta para 24,2%. É 10 pontos percentuais a mais que o dado geral.
 
Na mesma linha, os idosos são os menos preocupados. Só 15% da população com 60 anos ou mais têm medo de ser desligada de seus empregos.
 
A região que concentra a maior taxa de preocupados com a possibilidade é a Norte. Quase 7 em cada 10 moradores dos Estados da região estão aflitos em relação ao desemprego. São somente 3% os que dizem não ter medo de serem demitidos. No Sul, as taxas praticamente se invertem: 27% têm medo e 61%, não.
 
BOLSONARISTAS COM MENOS MEDO
 
Menos de 1/3 dos brasileiros (32%) que avaliam o presidente Jair Bolsonaro como “bom/ótimo” ou “regular” estão preocupados com a possibilidade de perder o emprego em 2021. Nesses grupos é mais comum a expectativa de se manter empregado (49% e 41%, respectivamente).
 
O cenário é o inverso entre quem desaprova o trabalho do chefe do Executivo. Mais da metade dessas pessoas (53%) têm medo de ficar sem emprego. Outros 29% pensam o contrário, enquanto 18% não sabem.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
A primeiro de janeiro de 2021 tomam posse prefeitos e vereadores
    
   
Cientistas descobrem caminho para tratar a depress
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS