www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Entrevistas
28/01/2010
Secretário de saúde adotou medidas rígidas para o transportar pacientes para Campo Grande

Há pouco mais de 15 dias no comandada da Secretaria de Saúde do Município, o petista, Jovenaldo Francisco dos Santos fala com otimismo dos desafios que tem pela frente para fazer o sistema de saúde funcionar e mostrar qualidade na prestação dos serviços aos usuários. Ele disse ao Hora da Notícia que a secretaria gastou dois milhões ou seja 22% alem do previsto em orçamento para o ano passado, e ainda assim houveram problemas, mas ele pondera, argumentando que a demanda de saúde no município vem crescendo.

Juvenaldo assumiu na cota do Partido dos Trabalhadores, mas não poderá fazer indicações ou nomeações de servidores, “isso é com o prefeito”, disse ele. O secretário assumiu com carta branca do prefeito Jesus Queiroz Baird, (PMDB) para tomar as decisões que julgar necessárias para o bom funcionamento do sistema de saúde, porém está impedido de indicar colaboradores. Questionado pelo Hora da Notícia sobre o seu trânsito junto à classe médica ele foi categórico, só administrador, mas tenho conhecimento da área médica, vamos dialogar e o respeito deve ser mutuo”.

Segundo ele os companheiros do PT têm que entender que a secretaria já tem a equipe de trabalho, “não posso mandar todos embora e nomear integrantes do partido, só se o prefeito achar que tem necessidade de mais um companheiro”. O secretario foi enfático ao se referir a sua maneira de administrar, “vou fazer uma gestão ética”, aqui vou trabalhar para todos, não haverá privilégios para ninguém.

O município tem em seu quadro 17 médicos, mas atendendo a população na linha de frente diariamente são só 14 profissionais médicos que atendem aos posto de Saúde e a Fundação Hospitalar. O município paga por oito horas de trabalho R$ 9.000,00, dois deles são pediatras. Os outros médicos atende especialidades duas vezes por semana durante duas horas.

Todos os funcionários vão passar pelo crivo do relógio de ponto, inclusive os médicos. Segundo Juvenaldo o município está adquirindo um relógio de pontos digital, e assim que for instalados todos os funcionários terão que registrar a entrada e saída. Questionado se conseguira implantar essa medida para os médicos, ele foi categórico, sim, eles são funcionários da prefeitura como os outros servidores.

A Fundação Hospitalar atendeu duas mil consulta em ambulatórios no ano passado, ele quer diminuir e direcionar essas consultas para os Postos de Saúde, “a Fundação e para casos de urgência e emergência”, disse. A instituição é gerida hoje com recursos público repassados pela Prefeitura, Estado e União, mas segundo o secretário ele não pode dar palpites na administração da Fundação, “ela é independente”, afirmou.

As ambulâncias têm se transformando em um problema crônico para o município, todos os dias dezenas de pessoas são transportadas para Campo Grande, onde vão realizar exames e até consultas. De acordo com o secretário os critérios que serão adotados de agora em diante serão rígidos, as ambulâncias serão usadas para pacientes que o caso seja urgente. Para Campo Grande os pacientes só serão transportados depois de passarem por avaliação e estarem com procedimentos médicos agendados na capital.

O Transporte para o Hospital do Câncer de Barretos será duas vezes por semana e as urgencias que por ventura apareçam serão atendidas. De acordo com Juvenaldo 35 pessoas realizam tratamento no Hospital. Ele acrescentou que tanto Barretos como Campo Grande os pacientes do município tem a disposição uma casa de apoio de muito boa qualidade.

Segundo ele não faltam medicamentos aos pacientes que são consultados nos postos, se falta medicamento é a pessoa e carente comprovado pela profissional de Assistência Social do município, a secretaria faz a aquisição.

O Posto de Saúde do bairro Vale do Amanhecer com cerca de seis mil habitantes vai continuar funcionando com um médico, mas ele garantiu que as pessoas não vão precisam chegar na madrugada para ser atendidos, “a partir de hoje podem chegar as sete horas que serão atendidos”, disse. Ele observou no entanto, que caso a pessoa não for atendida deve procurar a gerente do posto e cobrar, e se for o caso procurar o secretario.

A população do Distrito de Paraíso das Águas tem a disposição uma médica e uma equipe de saúde trabalhando no Posto que também é usado para a permanecia de pacientes que são deixados em observação e sendo ministrado medicamentos.

O Hora da Notícia questionou o secretário sobre a atuação do Conselho Municipal de Saúde que existe no papel, mas não se tem conhecimento das ação concreta em relação a saúde, a não ser a aprovação de relatórios apresentado pelos gestores. Juvenal discordou e afirmou que o conselho está em pleno funcionamento, “eles já marcaram audiência para discutir sobre a saúde comigo”, disse.

Outro questionamento ao secretário foi sobre o trabalho do consultor em saúde pública Joaquim do Carmo França contratado pela prefeitura no início da administração do prefeito Baird. Juvenaldo disse ter sido informado que Joaquim é auditor na saúde e só recebe relatórios elaborados por ele.

Hora da Notícia

28/01/2010 










Notícias em Destaque
23/05/2024 Projeto institui programa de conscientização sobre doação de sangue nas escolas
23/05/2024 Disputa entre Bolsonaro e Valdemar põe em risco aliança com PP em MS
22/05/2024 Grupo comandado por Cezário simulou compra de uniformes de futebol para desviar R$ 90 mil
22/05/2024 Passe Livre Intermunicipal para idosos e pessoas com deficiência garante viagem gratuita ou com desconto
21/05/2024 Prefeitura emite nota de pesar pelo falecimento da ex-servidora Suelen Guimarães Furquim
 
     COLUNISTAS
Ramiro Piergentile Neto (Esporte)
Qualidade x Pouco tempo de preparação
  
     GALERIA DE FOTOS
Assasino não demosnstrou arrependimento durante reconstituição do crime
  
Imagem do dia
Policia civil de Costa Rica queima quase 600 quilo de maconha
 
   
Mais de 30% dos idosos do Brasil são depressivos e 16% solitários
    
   
Lei que equipara a injúria racial
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS