www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Esporte
16/04/2021 - 08:27
Partida entre Aquidauanense e Águia Negra tem tiro de bala de borracha e jogadores na delegacia
Foto: Reprodução
Trecho da transmissão do duelo entre Águia Negra e Aquidauanense, na tarde desta quinta-feira (15), mostra o momento em que o jogador Rafael Xavier, do Águia Negra, aparentemente, leva um tiro no pé direito em meio a uma confusão generalizada em campo. O disparo com arma de borracha foi dado por um dos policiais militares que faziam a segurança da partida. Pela filmagem, no entanto, não é possível assegurar se o jogador foi mesmo atingido.
 
A briga começou aos 23 minutos do segundo tempo, depois que Daniel, autor do único gol do Águia, deu um pisão em Pedro, do Aquidauanense, que estava caído, e recebeu o cartão vermelho. Os ânimos se exaltaram, dando início a um festival de empurrões e troca de acusações. No vídeo, é possível ver o momento em que os policiais militares também "batem boca" com os jogadores, e um deles atira em direção ao pé do jogador.
 
Na transmissão feita pelo Facebook do Águia Negra é possível ouvir o barulho do disparo. Daniel cai, mas logo em seguida se levanta e se afasta dos militares, mancando e reclamando de dores na perna. Outros policiais foram acionados para darem reforço à abordagem, mas a confusão continuou. O mesmo militar que atirou em direção ao pé de Daniel, em seguida, também saiu correndo armado atrás de outro jogador.
 
Conforme a Polícia Militar após a ação policial, três pessoas foram conduzidas para a delegacia da Polícia Civil de Aquidauana para esclarecimentos e registro de um boletim de ocorrência. A PM ainda não confirmou se o disparo atingiu a perna do jogador. "Próximo ao final da partida ocorreu uma discussão generalizada, sendo necessária a intervenção policial militar para encerrar o tumulto e evitar mal maior, sendo utilizados equipamentos e munições não letais", diz a PM em nota.
 
Durante a confusão, a polícia ainda deu voz de prisão ao zagueiro Virgulino, do Águia, por desacato. A partida chegou a ser encerrada pela arbitragem por falta de segurança, aos 25 minutos do segundo tempo. Porém a arbitragem chegou a um acordo com os capitães das duas equipes para seguir o jogo desde o momento que parou. Com o fim do "entrevero", apenas o técnico Rodrigo Cascca, do Águia Negra, foi expulso, e a partida recomeçou.
 
A partida terminou com a vitória do Aquidauanense por 3 a 1 sobre Águia, que acabou eliminado do Campeonato Estadual. A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil de Aquidauana e com o presidente do Águia Negra, Iliê Vidal, mas as ligações não foram atendidas. 
 
CAMPO GRANDE NEWS
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
CASO HENRY: VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA NÃO DISTINGUE CLASSE SOCIAL
 
    
   
Cientistas descobrem caminho para tratar a depress
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS