www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Economia
28/05/2024 - 08:46
Redirecione seu Imposto Devido e faça a diferença para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e da Pessoa Idosa
O prazo para prestar contas para a Receita Federal terminará nesta sexta-feira, 31 de maio de 2024. Para incentivar a destinação correta do imposto devido, o Conselho Regional de Contabilidade de MS, a Prefeitura de Costa Rica e a Secretaria de Assistência, em conjunto com os Conselhos Municipais dos Direitos da Pessoa Idosa e da Criança e do Adolescente (CMDCA), estão promovendo uma iniciativa que visa redirecionar os recursos para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos da Pessoa Idosa.
 
A destinação correta do imposto devido é de extrema importância, uma vez que esses recursos podem ser utilizados para promover ações e programas que visam melhorar a qualidade de vida de crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade social.
 
De acordo com a Receita Federal, aproximadamente 15,8 milhões de brasileiros que recebem até dois salários mínimos (R$ 2.824) estão isentos do imposto. Isso inclui empregados, autônomos, aposentados, pensionistas e outras pessoas físicas. Para aqueles que possuem imposto devido, a iniciativa promovida pelos órgãos mencionados é uma excelente oportunidade de contribuir para a transformação social.
 
A destinação dos recursos para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos da Pessoa Idosa é regulamentada pela Lei Federal nº 8.069/1990, mais conhecida como Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e pela Lei Federal nº 12.213/2010. Esses recursos são utilizados para financiar programas e projetos que promovam a proteção e o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e idosos.
 
Para redirecionar o imposto devido, o contribuinte precisa acessar o Programa Gerador da Declaração do Imposto de Renda, selecionar a opção "Doações Diretamente na Declaração – ECA" e informar o valor que deseja destinar aos Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos da Pessoa Idosa.
 
Além de contribuir para causas sociais relevantes, o redirecionamento do imposto devido também pode trazer benefícios para o próprio contribuinte. Isso ocorre porque, ao destinar parte do imposto para os Fundos Municipais, o valor é descontado do imposto devido, o que pode resultar em uma restituição maior ou em um menor valor a pagar. Dessa forma, é possível unir o cumprimento das obrigações fiscais com a solidariedade e o compromisso social.
 
Diante do prazo para declarar o Imposto de Renda que se encerra no dia 31 de maio, é fundamental que os contribuintes procurem seus contadores e considerem a opção de redirecionar o imposto devido para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos da Pessoa Idosa. Essa simples atitude pode fazer a diferença na vida de muitas pessoas e contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e solidária.
 
Fonte:Assessoria de Comunicação / PMCR
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Mais de 30% dos idosos do Brasil são depressivos e 16% solitários
    
   
Lei que equipara a injúria racial
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS